Merchandising Aulas & Workshops Contatos Videos Fotos Discografia Biografia Agenda Home Notícias Joao Duarte J.Duarte Design www.jduartedesign.com

O nascimento do álbum: Signs Revealed da banda Mindcrafter começou a tomar forma em 2008, quando Phelipe Henriques (vocalista e guitarrista) convidou ex-membros Pedro Mattos (guitarra), Mariano Belém (baixo), Vinicius Moniz (vocal) e Gustavo Rodrigues (bateria ) para a formação inicial da banda. Nesta primeira etapa 5 músicas temáticas foram compostas que giram em torno de três personagens que foram desenvolvidos – The Night Wizard; Avatar e Black Crowned Heart (vilão). A história é inspirada na relação sobrenatural de seres humanos com seus personagens e da saga do Avatar em sua viagem para o desconhecido. Após a saída destes membros, Phelipe Henriques concluiu a história com mais 5 canções, algumas dessas faixas ainda em colaboração com Mariano Belém e Schneider Souza. Para inovar o álbum traz um som com harmonias não tradicionais e alguns momentos dissonantes, ritmos brasileiros e compassos alternados tradicionalmente ligada ao Prog Metal, além de um vocal dinâmico. O álbum foi gravado entre Maio de 2012 e Dezembro de 2014, no HR estúdio, Rio de Janeiro. Mixado e masterizado por Daniel Escobar.

Biografia dos Músicos:

Untitled-1Phelipe Henriques – Seu contato musical começou a se desenvolver com a influência familiar, ao ouvir discos de vinil dos irmãos mais velhos (Bandas clássicas como: Rush, U2, Iron Maiden, Led Zeppelin, Metallica, Van Halen etc.) e evoluiu na adolescência ao frequentar cursos livre de música na cidade de Volta Redonda no interior do estado do Rio de Janeiro, estudando guitarra, violão e teoria musical. Isto ampliou seus horizontes conhecendo novos artistas dos mais variados estilos musicais do violão clássico ao heavy metal passando pelo jazz, blues, além dos ritmos brasileiros. Em 2007 formou-se bacharel em violão no Conservatório Brasileiro de Música CBM-CEU. Durante este período se aprimorou na técnica violonística, influenciado principalmente nos compositores brasileiros: Heitor Villa-Lobos e Radamés Gnattali que foram de grande inspiração para compor obras de violão solo. Em 2008 seguiu com os estudos e formou-se em Licenciatura visando atuar como Educador Musical no ensino básico regular. Além de compositor, atua como professor particular de violão e guitarra, ministrando as diversas matérias voltadas para a música como: Harmonia, Teoria, Solfejo, Técnica etc. Em 2014 começou a trabalhar como Educador Musical na Escola CEMAD no Rio de Janeiro. Algumas de suas principais influências são os artistas: Joe Satriani, Steve Vai, Eric Johnson, Eric Clapton, B.B. King, Dream Theater, Mike Stern, Porcupine Tree, Angra, Sepultura, Pain of Salvation etc.

Kim Karvalho  Nascido em Macaé, seu primeiro contato com a música foi aos 11 anos com o teclado, onde adquiriu os primeiros ensinamentos teóricos e práticos. Aos 15 anos começou os estudos de guitarra e mudou o seu foco para esse que é o seu instrumento de trabalho até os dias atuais. Estudou em lugares como o conservatório de Música Kimna cidade de Macaé e a Escola de Música Geraldo Carneiro em Rio das Ostras. Em 2006 mudou-se para o Rio de Janeiro e escolheu a Universidade Estácio de Sá para ser estudante do curso de Tecnólogo em Gravação e Produção Fonográfica, onde se formou em 2008. Também formou-se Bacharel em Guitarra Elétrica no Conservatório Brasileiro de Música em 2011. Possui hoje as Certificações 101 e 110 na plataforma Pro Tools da AVID.Sua primeira Banda, Atlantys, foi formada com os amigos da escola e nela tocava vários estilos dentro do rock. Já em 2005 uniu-se a outros músicos e formou a Banda de Pop Rock, Maré Alta, onde tocou até o seu encerramento em 2010. Neste mesmo ano participou do show de lançamento do projeto “Pequena Aldeia” de João Cantiber na Sala Baden Powell em Copacabana – RJ e, em 2012, voltou a tocar na banda de João Cantiber em uma temporada no Lapa café comemorando os 30 anos de carreira do artista e o lançamento do seu último álbum “Carioquices”. Em 2014 tocou no Projeto cinema nas cordas, um duo que apresentava música de cinema apenas com guitarras. Trabalhou como técnico de gravação de 2008 a 2009 no Estúdio Verde. Desde 2012 é sócio no Estúdio Ouvido em Pé onde também realiza trabalhos como Técnico de gravação, edição e Mixagem. Atua como professor particular de música e de aúdio desde 2006 e em 2011 começou a dar aulas na escola REC Music. Participou como técnico de gravação e mixagem dos trabalhos: João Cantiber – Pequena Aldeia, João Cantiber – Carioquices (também participou como músico gravando algumas guitarras, bandolim e com algumas programações), Mari Blue – Parte de mim, Mari Blue – Parte de mim 2, Banda insense – Que senso? (ep) e como técnico de gravação e edição de: Thiago Thomé – Da pele preta (ep demo) e Caboco Nenem – Groove da mata (ainda inédito).

Matheus Mussel Baixista natural de Petrópolis e integra a banda desde Julho de 2016. Possui diversas influências no Metal Progressivo e também possui outra banda chamada Pierrot.